AGOSTO 2015 – TRAVESSIA NO SERTÃO (21ª VIAGEM)

AGOSTO 2015 – TRAVESSIA NO SERTÃO (21ª VIAGEM)

Diário de Bordo 21ª Viagem Travessias.com

TRAVESSIA NO SERTÃO DE ALAGOAS + ARACAJU

TURMA NADA IRRELEVANTE!!!
Esse é o nome do grupo, extraída de um historia contada e repetida durante a viagem!!! Essa foi a primeira viagem que foi realizada junto com um evento, como o grupo de participantes era pequeno, foi uma convivência integrada entre viajantes e participantes dos eventos. "Com a alma lavada e enxaguada", como dizia Odorico Paraguaçu!

Primeiro dia 27 de agosto de 2015

Embarcamos para Aracaju, juntamos o grupo as 14h30 em Aracaju, fomos recepcionados pelo amigo Bode Roco de Piranhas! Saímos com seu Adolfo pilotando micro ônibus, para um breve passeio pela orla de Aracaju. Uma breve parada no mercado publico, que vale a visita! O que mais impressionou foram os derivados de mandioca (aquela....kkk) Bem diferentes dos produzidos daqui no litoral de Santa Catarina! Paramos na orla, para fazer um lanche e caminhar pela praia. Foi a praia mais difícil que eu já vi para passar a rebentação, são pelo menos umas 100 ondas intermináveis para passar a rebentação! Entre os viajantes estavam: Osni e Vitória, completamos 9 viagens juntos!!! Lucia, Valdinei, 5ª viagem juntos! Angela, Cilmery 2ª Viagem! Eugênio e Vitória, Daniel e Rosane, Patrício, companheiros de muitas Travessias e 1ª viagem! Sayuri , Regina e Maria, Irenio, Ivone, Fernando, Bruno, 1ª viagem juntos! Grupo de amigos de staff Travessias.com, Rafael e Rubiane, Nathan, Aldo, Edvaldo, Juliana, Amaro, Fuschini. Nadadores e acompanhantes convidados: André, Denise, Ricardo, e o irmão Junior, de 10 e 11 anos, para a “mãinha Lima”, Ronaldo, Barbara, Marçal e Edmundo. Voltamos ao Aeroporto, recebemos o Danil e Rosana vindo de Curitiba, partimos para Piranhas! Uma viagem longa de ônibus, a estrada é boa, mas passa por muitos povoados e pequenas cidades, muitos quebra-molas. Paramos na cidade de Ribeirápolis, a família Bezerra, dona do posto de gasolina e do restaurante, nos recebeu com sorriso e simpatia! Para a surpresa de todos, uma excelente comida! Para o Aldo, a melhor pizza que ele comeu na vida, melhor que badaladas pizzarias de Florianópolis! Alguém perguntou, vamos chegar hoje em Piranhas? Chegamos, sim, as 23h59!!!!

Segundo dia 28 de agosto de 2015

As 9h30 partimos para a primeira atividade, o treino livre nos Cânions do Talhado. Fizemos nossa base em um restaurante que fica no fundo do cânion. Os nadadores foram nadando, até uma trapiche\deck, construído a 1km da base, os acompanhantes foram de lancha, e a segurança foi feita por barcos a remo, tropa comandada pelo Edvaldo, nosso caiaqueiro madrinha! Atravessamos o lago, até outra base, onde tem a gruta do Talhado, apelidada pelo Aldo de “toca dos 10 pila”(segredo).

2e

Todos fiamos encantados, foi uma nadada para não esquecer!

3e

Tilapia frita e carne de sol foram os pratos servidos!
Retorno a Piranhas, fomos direto no rio. Atravessamos de Alagoas para Sergipe, 150 metros. Rosana, Denise e Irenio, fizeram o maior desafio natatório de suas vidas! A primeira faze da minha “teoria” Foi aprovada!!!

Terceiro dia 29 de agosto de 2015

Acordamos cedo, o staff, para preparar os detalhes da prova. Logo foram chegando os desafiantes dos 12 km. Os barqueiros de Entremontes começaram a chegar com suas canoas, um modelo de barco desenvolvido para deslizar nas águas calmas e correntezas do baixo Velho Chico! “As águas” como dizem os barqueiros.

4e

Conhecemos o Redilson e o Ranilson, gemeos de 10 anos, família bem pobre, sem o pai, estavam felizes com o movimento, mais ainda, ganharam toucas, óculos e lanche!!!

5e

O Aldo comentou de uma senhora de 80 anos, sem casa, catadora de materiais pela rua. Ela estava com fome, o Aldo ofereceu um pacote de bolacha, ela inicialmente não aceitou, disse ao Aldo que ele precisaria mais que ela, porque ele tinha a Travessia pela frente! Ele disse que tinha mais e ela agradeceu. Alguns colegas de viagem embarcaram no Catamaram, outros foram nos barcos, como acompanhantes dos nadadores nos barcos, que cabem 2 passageiros e 1 piloto. Logo após a saída dos catamaran, para que eles não fazerem ondas para os pequenos.

6e

As 9h20, largamos para o maior desafio da vida da maioria dos nadadores. O nome da Travessia VOLANTE – LAMPIÃO, vem do percurso deito pela Volante (grupo de Policiais) que perseguiu o Bando de Lampião, até a Grota do Angico, lugar da embosca final....

7e

Alguns atletas se assustam com os bolhas formadas pela pressão da corrente do rio nas pedras que estão no fundo do rio, o segredo era nadar um pouco mais forte, passava - se fácil. Todos passaram bem! Os barcos que não contavam com acompanhantes, o eficiente Corpo de Bombeiros Civil, vinculado a Prefeitura de Piranhas, colocou um Bombeiro em cada barco, isso deu tranqüilidade a todos, nadadores e pra nós!

8e

Durante todo o trajeto, todos deslumbrados!!!!
Vários momentos de emoção, a Sayuri, Rubiane e Regina, agradeciam todo o tempo a oportunidade de nadar em um lugar como esse!

9e

Uma paisagem mais linda que a outra, a cada curva do rio, um deslumbre! A pequena comunidade Entremontes, estava na praia vendo um dos maiores movimentos da comunidade em todos os tempos! Foram chegando os nadadores, a alegria no rosto de todos, nadadores, acompanhantes , bombeiros e barqueiros, moradores! Todos chegaram bem, cansados e felizes!

10e

Quis o destino que o destino que o primeiro a chegar na Travessia do Velho Chico fosse, o Novo Chico, Chico Lima de Blumenau, Santa Catarina.

11e

Todos seguimos para o Restaurante Angicos, onde será o almoço. Momentos de relaxamento, a maioria do grupo foi fazer a trilha até a Grota do Angico, local da emboscada ao Lampião!

12e

Almoço, banho de mar, dormir na rede, esses foram um dos compromissos!
A volta para Piranhas a bordo do catamaram, pilotado por Rodrigo Cavalcante, ele mesmo que nadou na Travessia!
Um por do sol belíssimo, de repente, vários gritos, a uma meda lua cheia fechava com chave de brilhante com o reflexo da luz da lua no velho Chico!!!
O que era mais uma teoria, foi sucesso, a Travessia Volante – Lampião, 12 km! Sai uma grande preocupação dos pensamentos e fica uma grande satisfação!
Nos não tínhamos muito tempo, nem fomos na pousada, porque tínhamos o desfile com a Banda Municipal Filarmônica Mestre Elísio.
Por volta das 19h30, reunimos atleta, staffs e acompanhantes, com a banda na frente da Prefeitura. Pelo ensaio, já vimos que a banda era do mais alto nível! O maestro me disse que o protocolo era, os convidados na frente e a banda atrás, eu decidi quebrar o protocolo, nos fomos atrás da banda. A primeira musica tocou e já arrepiou a todos!! Eu desci a ladeira principal da Cidade Histórica de Piranhas com olhos cheios dágua, vi que não estava só na emoção! A cidade parou, ver a banda passar, todos fotografando! Assim que chegou nos limites da praça, lotada por moradores e turistas jantando, o maestro tocou famoso tema de um programa de esporte na TV, UMA GRANDE EMOÇÃO!!!!!!!!! A Banda se posicionou na quadra e tocou mais algumas musicas. Eu confessei no microfone para toda a cidade que esqueci a caixa de troféu no hotel, o André Carneiro, gentilmente foi buscar, enquanto ficamos curtindo a banda. Após a chegada dos troféus, agradecemos a Banda e comecei a premiação. Primeiro uma surpresa, os “dubles” de nadadores, que cruzaram o Rio São Francisco de Alagoas para Sergipe, 150 metros. Premiamos a prova de 12 km, com o aplauso de toda a cidade de Piranhas! Um dos momentos mais emocionantes que passei em quase 20 anos de Travessias!!!

13e

Ficamos todos na praça para jantar e curtir e repercutir um dia tão intenso! Um fato curioso, uma banda, dessa vez de rock, que se apresentaria a noite na praça, ficou passando o som na frente de todos, desagradável! Quando apareceu a banda pronta, o vocalista, fora dos “padrões”, bem gordinho se preparou e surpeendeu a todos com uma belaaaaaaaa vós! Alguém pode dizer que eu fui preconceituoso, o que posso dizer que esse era um comentário de todos. Tocaram varias musicas dos anos 80 com uma qualidade de profissionais! Fiquei bem feliz em ver um jovem que toca surdo na Filarmônica, foi em casa, trocou de roupa e “se acabou” de tanto dançar.

Quarto dia 30 de agosto de 2015

TRAVESSIA DO LAGO XINGÓ Fomos cedo para o Restaurante Karrankas, preparamos as bóias, inicialmente pensávamos que seria impossível colocar bóias, pois as profundidades do lago chegam a 200 metros, por sorte achamos uma poita onde eles ancoravam o catamaran, uma árvore de uma ex-ilha no lago que estava aparecendo, também uma rede de pescador, foi aproveitada para colocar bóias. A empresa que administra o complexo que compreende o restaurante Karrankas e os catamarans, nos cederam um catamaran, duas lanchas e um caiaque para a prova. Logo chegaram os atletas, levamos todos, atletas e acompanhantes para a margem do lado de Alagoas, o pessoal de apoio do catamaram e lanchas, foram muito atenciosos e competentes! O Bruno de Maceió e o Amaro de São Paulo, aproveitaram e “nadaram” encima de uma rede que passava raspando na água, dentro do catamaram.

15e

Todos os nadadores se posicionaram junto a pedras na margem e largaram, um vento de rajadas atrapalhava um pouco, mas tudo correu bem, tudo que era teoria deu certo! Os eventos aconteceram com tranqüilidade foram aprovados por todos!

uffaaa!!!

Fizemos a premiação na beira da praia, nos despedimos de alguns, quem ficou, almoçamos na mega estrutura do restaurante Karrancas.

16e

TRAVESSINHA INTERESTADUAL - Fizemos um desafio, atravessar nadando o Rio São Francisco emfrente a cidade de Piranhas, são 150 metros.

Nadou de Alagoas para Sergipe - 150 metros
Denise Ramos
Juliana Oliveira
Cilmery Oliveira
Irenio dos Santos

Nadou de Alagoas para Sergipe e voltou - 300 metros
Aldo Berardinelli
Rosana Follador
Danil da Silva de Oliveira
José Patricio Matos
Lucia Surian Moreira
Marcos Fuschini
Bruno Medeiros Chaves
Edmundo Foschini

Nos despedimos das Águas do Velho Chico, com a certeza que voltaremos a esse Oasis no meio do Sertão, com um povo simpático, atencioso e educado!!!
Partimos de volta a Aracaju, com muitas historias para contar! Uma breve parada em Ribeirópolis, comida boa, dessa vez sem a família Bezerra, mas os funcionários também foram simpáticos! Seu Adolfo, foi o melhor motorista que já trabalhei, os viajantes deram uma bela caixinha, dava pra comprar alguns quilos de carne de sol! Deixamos alguns colegas no aeroporto, já era praticamente nossa despedida, uma viagem curta, mas muito intensa! A maioria, ficou um dia em Aracaju, quando chegamos no hotel, ficamos até um pouco perdidos sem programação. Cada um foi para um lado, eu o Osni e Vitoria, fomos almoçar com um casal de amigos deles, Tito e Fernanda que nos levaram a um excelente restaurante chamado Mangará, de comida típica.

17e

Uma lição muito triste, escutamos do casal, Fernanda trabalhava em uma empresa noroeguesa, que deixou o Brasil não por seus políticos e sim, com o povo, que conheceu através de seus trabalhadores. Muitos inventavam doenças para não trabalhar!!!! Nos brasileiros vivemos reclamamos dos políticos, mas eles um reflexo de nos mesmos!!!

Quinto dia 31 de agosto de 2015

Fomos tomar um banho nas águas quentes e agitadas da praia de Atalaia em Aracaju. Almoçamos e seguimos para o aeroporto. A maior parte do grupo foi para Brasília, chegamos na “capitar” com seu belo novo aeroporto, ligamos para as amigas Teresas, mas não daria pra nos encontramos, porque chegamos as 18h, embarcaríamos as 20h. No momento do embarque, descobrimos um atraso, só embarcaríamos as 23h40, nesse caso, não lamentamos, ligamos para as colegas de viagens e Travessias, e demos uma volta por Brasília. Embarcamos as 23h40 cansados mais felizes!

Obrigado Teresa, Jacqueline e Washington por terem aberto as portas do VELHO CHICO prá nós!!!!

Nos encontraremos em alguns recanto do Brasil e do mundo!

A data da viagem para o Sertão esta marcada, dias 26, 27 e 28 de agosto de 2016.

Aqui a viagem http://www.travessias.com/index.php/viagens/agosto-2016-2-travessia-no-sertao-de-alagoas-aracaju

Aqui o evento http://www.travessias.com/index.php/eventos-especias/2-festival-o-sertao-vai-virar-mar

14e

18e

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.